Google+ ajuda a indexar um site nos mecanismos de busca

16/01/2017 Por
Google+ e os mecanismos de busca

A rede social do Google dá uma mãozinha para empresas que querem elevar a posição de suas marcas nos mecanismos de busca

Muitos devem pensar que o Google+ é o produto do Google que menos faz sucesso e que já está fazendo hora extra. Criado em 2011 para rivalizar com o Facebook, é bem verdade que ele não faz nem cócegas na popularidade da rede social de Mark Zuckerberg, mas ainda assim, apesar dos pesares, tem um público fiel. Segundo uma pesquisa da GlobalWebIndex, uma em cada quatro pessoas ainda usam o Google+ atualmente (clique aqui para conferir o estudo, em inglês)

Mas o que muitos também não sabem é que o Google+ pode ser muito útil na hora de indexar um site nos mecanismos de busca. E isso acontece por um motivo muito simples: o Google costuma priorizar os seus produtos e integrá-los entre si.

Abaixo, você vai entender melhor de que maneira o Google+ pode ajudar a melhorar o posicionamento do seu site nos mecanismos de busca.

Indexação no Google

O Google tem praticamente o monopólio das buscas na internet. Nenhum buscador consegue chegar perto do alcance dessa gigante da web — que está entre as maiores e mais lucrativas empresas do planeta. Muito por causa disso, ter um bom posicionamento nos resultados de busca no Google é mais do que fundamental para um determinado site garantir acessos.

E você já deve ter reparado que quase ninguém passa da primeira página quando vai fazer uma pesquisa, certo? Na verdade, mais de 90% de todos os cliques feitos a partir de uma busca no Google acontece entre os dez primeiros resultados. Destes, 1/3 vem só do primeiro colocado na busca orgânica.

Por essa razão, o objetivo de todo site que se preocupa com SEO é ocupar a primeira posição. Mas, para fazer isso, é preciso padronizar o que é postado seguindo as normas dos misteriosos algoritmos de indexação do Google — que, além de sigilosos, sofrem modificações constantemente. E fazer postagens no Google+ pode ajudar nessa missão.

Isso porque, ao contrário do que acontece com o Facebook, Twitter ou Instagram, todas as postagens no Google+ são indexadas no motor de buscas do Google, e isso inclui não só posts, mas também perfis de usuários e páginas oficiais.

O segredo é caprichar nas palavras-chave não só nos textos, como também nas postagens do Google+.

Bom para empresas

É por essas e outras razões que, cinco anos depois, percebeu-se que o Google+ é uma rede social mais interessante para empresas do que para os usuários em si. Não há outra rede social que preenche a lacuna da indexação nos mecanismos de busca como o Google+.

E com o algoritmo cada vez mais integrado às redes sociais, somado à curadoria que o próprio Google faz dos textos postados, tem-se a fórmula ideal para criar um conteúdo relevante, de qualidade e futuramente bem posicionado no buscador.

Fora isso, o Google+ garante às empresas aquilo que elas mais precisam para atingir seus objetivos de ranqueamento: exposição de marca e relevância. Entre outras funcionalidades, a rede social permite vincular o site de uma empresa à sua página oficial — o que expõe ainda mais a marca nos resultados de pesquisa — e integrar outras plataformas, como YouTube e Gmail.

É sempre bom reforçar que somente estar presente no Google+ não adianta. É preciso fazer um trabalho intenso de otimização de SEO em todas as outras frentes para que as palavras-chave do seu site apareçam entre as primeiras colocadas no Google. E não se esqueça de postar nas outras redes sociais também!

Jornalista e marketóloga com grande foco em planejamento de Marketing Digital e Inbound Marketing