Como fazer sucesso no Instagram

Antes de qualquer coisa, vamos combinar que falaremos de sucesso no Instagram à partir dos seguintes pontos:

  1. Trataremos sobre marcas, sobre posicionamento de empresas, e não sobre pessoas (se bem que algumas das informações podem servir para pessoas também);
  2. Abordaremos estratégias sérias e éticas para Instagram, nada de compra de seguidores ou likes;
  3. Para toda e qualquer estratégia de marketing, é fundamental contar com um planejamento, objetivos, metas, acompanhamento e ajustes constantes.

Certo?

Então, vamos começar!

O que chama a atenção no Instagram?

Partimos da premissa que sua empresa tem um planejamento digital, e dentro da estratégia está contemplado o uso do Instagram com um dos canais de comunicação com seu público-alvo.

Mas a gestão dessa rede não está gerando resultados, o volume de seguidores não cresce, e o pouco público que acompanha sua rede não interage com suas publicações.

Talvez você nem saiba, mas sua taxa de interação é bem abaixo da média. E se quer saber, a média é 2,5% de interação no Instagram, ou seja, em média, um canal razoável tem cerca de 2,5% dos seguidores interagindo em uma publicação.

E se for reparar bem, vai perceber que o principal problema é que o conteúdo compartilhado é sem graça. Desculpa a sinceridade… mas provavelmente é.

Afinal, o que gera audiência e engajamento é o conteúdo. E conteúdo é diferente de “promoção”, “propaganda” e “qualquer outra tentativa de venda”.

E como faço bons conteúdos para o Instagram?

Simples! Produza conteúdos que sejam relevantes para o seu público.

E para facilitar, te conto os principais tipos de conteúdos de impacto no Instagram:

 

1. Conteúdo educativo

Um dos tipos de conteúdo campeão de audiência no Insta é o conteúdo educativo.

Quem compartilha aulas, passo-a-passo, e realmente se dedica a ensinar algo para sua audiência, se torna rapidamente queridinho do público.

De preferência se o que a audiência esteja aprendendo seja algo efetivamente útil, e relativamente simples de colocar em prática.

Não adianta “fingir” que está ensinando algo e tornar o conteúdo tão subjetivo que seu público não irá conseguir aprender e colocar em prática.

Aliás, essa é uma regra geral, que serve para qualquer um dos tipos de conteúdo: não tente enganar sua audiência… você pode conseguir por um tempo, mas não para sempre, e o retorno negativo costuma ser muito pior do que os “benefícios” conquistados.

Os conteúdos educativos, de toda forma, não precisam ter a densidade ou a estrutura de um curso. Pense mais em pílulas de conhecimento, que possam ajudar sua audiência.

Lembre-se de ensinar algo que você (ou sua empresa) domina ou tem muita propriedade para abordar.

Esse tipo de conteúdo, ativa o gatilho mental de reciprocidade. Ou seja, sua audiência se tornará grata pela ajuda, irá te recomendar para outras pessoas e a sua página no Instagram terá um alto engajamento.

Quer um bom exemplo? Veja a página @mairovergara

Mairo Vergara

2. Conteúdo informativo

Este é um pouco parecido com o educativo? Sim!

Mas aqui, em vez de aulas e passo-a-passo, sua empresa poderá divulgar informações ou notícias relevantes e que enriquecem seu público-alvo.

Por exemplo, imagine que você é dono de uma consultoria de gestão de pessoas. Você vende consultoria para profissionais de RH, ajudando as empresas a evoluir a maneira como fazem a gestão de pessoas.

Então, nesse caso, você poderia divulgar informações e pesquisas na área de RH, com dados como a média de turnover por segmento, índice de motivação do time, as ferramentas mais utilizadas por profissionais de RH, … e etc.

Ou seja, a página da sua empresa, pode se tornar um canal que propaga informações para o público, e com isso ele irá seguir, acompanhar e desejar ver o seu próximo story ou post.

Quer um bom exemplo? Veja a página @teamculture.br

3. Conteúdo com divulgação de outros conteúdo

Sua empresa tem um canal no Youtube? Blog? Produz materiais ricos, como ebook, por exemplo? Se sim, tenho uma ótima notícia para você.

O Instagram é um excelente canal de compartilhamento e divulgação de conteúdo extenso, ou seja, aquele que vai além da pequena pílula compartilhada na timeline.

Então, sempre que publicar um novo vídeo no Youtube, por exemplo, você pode cortar um trecho do vídeo e compartilhá-lo no story ou no feed.

Caso seja um blog post, que tal criar uma peça com o título do conteúdo, fazer uma pequena sinopse e compartilhar no seu feed?

Os links para os conteúdos podem ser disponibilizados no famoso “Link na BIO”, e caso você queira colocar vários links na Bio, pode usar o Linktree, por exemplo.

E ainda, se tiver orçamento disponível para impulsionar as publicações, pode colocar o “botão” para clique direto da publicação, direcionando a audiência para outros canais da sua empresa.

Quer um bom exemplo? Veja a página @transformacao_digital

Transformação Digital

4. Conteúdo inspiracional

O conteúdo “raiz” do Instagram, é o inspiracional.

A rede surgiu com a proposta de compartilhar fotos, na primeira versão do aplicativo, as publicações eram quadradas, semelhante ao Kodak Instamatic e de câmeras Polaroid, e o principal diferencial da rede eram os filtros para as fotos.

Muitos fotógrafos (e aspirantes) foram os primeiros a aderirem ao app, e com o tempo (principalmente depois da aquisição feita pelo Facebook em 2012) as empresas começaram a utilizar o canal para atingir seu público-alvo.

História à parte, o fato é que os usuários do Instagram gostam de ver fotos, lugares lindos, referências gráficas incríveis. Sem interferência de texto.

E algumas empresas, de maneira muito assertiva, entregam exatamente esse tipo de conteúdo para impactar o público.

Quer um bom exemplo? Veja a página @apple

Apple

5. Conteúdo entretenimento

Quem nunca acessou o Instagram querendo apenas se divertir, que atire a primeira pedra.

Não é novidade que os perfis de humoristas, artistas, blogueiros (…) fazem muito sucesso. Tão pouco, que somos impactados por tanta notícia, informação, aulas (…) que chega um momento que só queremos nos distrair com algo leve.

Pensando nessa “hora da descontração”, algumas marcas produzem conteúdo com a “pegada” leve, engraçada e divertida que muitos buscam na rede.

Com o conteúdo entretenimento, as empresas criam empatia e proximidade com o público-alvo, e mantém sua marca na cabeça do seu target 😉

Quer um bom exemplo? Veja a página @cocacola_br

Coca Cola

6. Conteúdo “a vida como ela é”

Sabe um formato de conteúdo que ficou muito popular na tv nos últimos anos? O tal do reality show. E porquê? Por que as pessoas são curiosas e adoram acompanhar a rotina de outras pessoas.

Clientes, profissionais da área, parceiros ou mesmo prospectos, podem ter muita curiosidade de como é o dia-a-dia dentro do seu negócio.

Como é seu escritório, a rotina dos profissionais, os eventos internos, as festas… E portanto, uma forma de manter o Insta super atualizado é compartilhando os momentos que acontecem dentro da sua empresa.

Além de manter a audiência ligada, esse tipo de conteúdo ajuda a marca a mostrar sua autoridade no mercado (apresentando prêmios recebidos, eventos que participa, projetos que desenvolve, estrutura do time), e humanizar a empresa.

Quer um bom exemplo? Veja a página @layerupbr

Layer Up

A receita do sucesso

Agora que você já sabe o que chama a atenção e os tipos de conteúdo de maior impacto, não é difícil imaginar qual é a receita para fazer sucesso no Instagram, correto?

Tudo começa com um planejamento, nele você irá detalhar:

  • Público-alvo
  • DNA da marca
  • Tipos de conteúdo
  • Formatos
  • Pilares
  • Cronograma

Planejamento feito: agora é a hora de colocar a mão na massa:

  • Produzir
  • Acompanhar
  • Analisar
  • Otimizar

E não esqueça de colocar doses diárias de atenção e cuidado com a audiência

  • Gestão de comunidade
  • SAC
  • Gestão de crise

 

Agora que já entendeu os tipos de conteúdo que fazem sucesso no Instagram, quer saber como vender no Instagram?

Se sim, temos um outro conteúdo aqui no blog da Layer Up chamado Aprenda como vender no Instagram: como essa prática pode mudar o patamar da sua empresa. 😉

Se tiver interesse em se aprofundar, eu recomendo o curso online de Instagram Marketing da SPDL. E ainda, se tiver em São Paulo, vale participar da turma presencial do curso de Instagram da SPDS.

Por fim, se quiser “trocar uma ideia comigo”, meu insta é @samircardoso

Nos vemos na rede!

Deixe um comentário