Cultura organizacional e transformação digital: a combinação perfeita para saúde do seu negócio

Você já parou para pensar em como a cultura da sua empresa pode influenciar nos resultados finais do seu negócio? É, isso mesmo. O comportamento dos colaboradores e até mesmo a metodologia de trabalho podem interferir no desempenho da sua equipe.

Hoje, com a tecnologia cada vez mais forte no mercado de trabalho, ter uma cultura organizacional e introduzir a transformação digital nela pode ser uma tarefa desafiadora para qualquer empreendimento.

E se você acha que sua empresa não precisa passar por essa tal transformação digital, você está muito enganado e pode estar colocando a saúde do seu empreendimento em risco.

Cultura de uma empresa tem relação com o que é tolerado e valorizado no ambiente profissional. É como se fosse uma cartilha do que as pessoas devem fazer para serem aceitas e valorizadas dentro da organização.

Mais que isso, uma cultura organizacional é capaz de motivar os funcionários. Acredite, ter uma equipe desmotivada pode interferir diretamente nos resultados obtidos e cria um clima de competição nada saudável para o ambiente.

Então é só pagar um alto salário, boas bonificações e todos estarão motivados, certo?

Errado!

Isso pode até fazer parte da estratégia, mas por si só não consegue manter uma equipe inteira motivada e focada em crescer junto com a empresa.

Quer saber tudo que deve ser feito para criar uma cultura organizacional e inserir a transformação digital nessa estratégia? Continue por aqui e veja como trabalhamos essa questão aqui na Layer Up.

Como implantamos a cultura organizacional na Layer Up e a aliamos com a transformação digital

Estamos aqui falando sobre cultura organizacional aliada com a transformação digital, mas você sabe do que se trata essa transformação dentro de uma empresa?

Inserir a transformação digital na cultura das empresas é se preparar para um futuro. É uma maneira de construir alternativas digitais em que as pessoas, as tarefas, a cultura e toda a estrutura da empresa andem em completa sintonia com os objetivos da organização.

Essa transformação digital veio para ser um mindset para as empresas adotarem práticas cada vez mais inovadoras, que otimizem todo o processo e seja mais competitiva, isto é, que consiga render mais e que proporcione bons resultados aos clientes e, claro, para sua empresa.

Sabe os profissionais de TI que ficavam focados apenas na implantação de softwares e hardwares? Esqueça essa função limitada apenas a estas tarefas.

Hoje, este colaborador tem um papel muito mais relevante para a empresa. Ele deve estar focado em analisar as necessidades dos usuários com potencial de compra.

Essas análises devem ser feitas com o intuito de melhorar cada vez mais a experiência dos consumidores. Afinal, hoje 67% da jornada de compra é feita pela web. Quer um motivo melhor para apostar na transformação digital o quanto antes?

Muitos empresários caem no erro de limitar os investimos à transformação digital em determinadas áreas do seu empreendimento. O digital deve estar presente no centro das empresas e integrar todas as equipes.

Para que tudo ocorra bem você deve contar com o apoio de tecnologias digitais. Tudo com apoio de profissionais do seu time, claro.

O que isso quer dizer?

É preciso que o conhecimento adquirido seja compartilhado com todos da equipe por meio de treinamentos dos colaboradores.

E não para por aí. Essa transformação trará processo ágeis alinhados
a metas OKR (Objectives and Key Results), uma metodologia de gestão para definir metas que sejam tangíveis para cada um dos profissionais que integram sua equipe.

E esse é um dos objetivos de ter uma cultura alinhada com a transformação digital. Você conseguirá extrair o melhor de cada colaborador, integrar todas as áreas rumo ao objetivo principal da sua organização.

Lembre-se sempre disso: a cultura organizacional deve ser desenvolvida com base no principal foco das empresas, isto é, no porquê delas existirem. Esse código de cultura que irá definir o conjunto de princípios e valores que norteiam todas as ações da organização.

Isso inclui relacionamento interno e externo, e o perfil de colaboradores que devem ser contratados. A ideia da cultura é facilitar todos os processos e alcançar a alta performance em tudo que se propõe a fazer, pois esse código facilita as tomadas de decisões.

Mais que isso: cultura organizacional é tudo que se diz respeito à rotina de uma empresa, para guiar as ações e mentalidade de todos colaboradores rumo a um objetivo.

Hoje, podemos incluir a transformação digital como um dos elementos característicos de uma cultura organizacional. Mas se você pensa que esse ponto se refere apenas à tecnologia, você não está só, mas está errado.

Ser adepto dessa transformação não é simplesmente digitalizar os documentos que antes eram físicos. Na verdade, isso é uma atitude que deveria ter sido tomada há muitos anos.

Oferecer produtos digitais, implantar aplicativos e softwares e outros recursos tecnológicos capazes de facilitar a rotina é apenas digitalizar sua empresa, mas não é necessariamente o que representa uma transformação digital.

Sim, esses pontos podem trazer bons resultados, mas sozinhos não são capazes de criar um cultura organizacional sólida e que dê resultados a longo prazo.

Empresas que se transformaram ou que já chegaram no mercado com uma cultura organizacional moderna, como Netflix, Amazon e Uber, tiveram o poder de modificar todo um segmento e decretar o fim de muitas empresas.

Como todo projeto é composto por pessoas, nós sabemos: não é possível agradar a todos colaboradores e esse nunca foi nosso foco principal. Mas isso está longe de significar que não seja importante envolver todos funcionários na cultura.

Para conseguir melhores resultados, a Layer Up busca profissionais que melhor se adaptam a nossa cultura, e não moldamos a cultura de acordo com a equipe.

Você acha que isso não faz sentido e a cultura deve se adaptar de acordo com os colaboradores? Calma, vamos mostrar como isso não é possível.

Você, quando era criança, seguia as regras impostas pelos seus pais na sua casa. Mas, quando ia até a casa dos seus amigos, notava que algumas regrinhas não eram tão parecidas com as que você já estava acostumado. Certo? Isso era cultura de cada uma das famílias.

Embora houvesse algumas regras diferentes, sempre tinha aquelas semelhantes, como ter que tomar banho todos os dias e arrumar a cama. Você e seus amigos não gostavam de jeito nenhum dessa regra — e algumas outras. Mas acontece que elas não foram criadas para agradá-los, foram feitas porque os pais acreditavam que era o melhor para cada um dos filhos.

Cultura organizacional tem suas semelhanças com regras familiares. Ou seja, não foram feitas para agradar a maioria, mas sim para ser importante para o desenvolvimento profissional e, consequentemente, da organização.

Para uma empresa conquistar bons resultados e crescer cada vez mais, é preciso que seus colaboradores se desenvolvam. Por isso é importante criar uma cultura equilibrada, que tem como umas das prioridades o desenvolvimento das pessoas.

E quem é responsável por ditar essa cultura nas empresas?

Isso passa muito pela visão das primeiras pessoas que integraram o time. Aqui na Layer Up, uma agência que foi fundada por duas mulheres, nós acreditamos muito nos benefícios que um ambiente com leveza e flexibilidade para lidar com os clientes e questões internas traz, por exemplo.

Claro, com o tempo a empresa tende a crescer, novos funcionários entram e surgem outros líderes no comando de todas equipes, e isso pode fazer essa identidade se perder, por isso a importância dessa cultura estar muito clara para todos os colaboradores.

Porém, aqui na Layer, a construção da cultura foi formatada durante nosso desenvolvimento e com a ajuda de profissionais que entenderam nosso propósito e nos ajudaram a criar um ambiente de crescimento pessoal e organizacional.

A mensagem deve ser clara e em bom tom

Como falamos no último tópico, pessoas entram e saem das empresas e isso pode ser um grande desafio para manter a cultura organizacional alinhada da forma considerada ideal para alcançar os objetivos.

Por isso, ter um documento acessível a todos, que fale um pouco da cultura e valores da empresa é de extrema importância.

Mas isso está longe de ser a coisa mais relevante para construir uma cultura forte. Tem muitas outras coisas envolvidas que tornam esse processo bem desafiador para as empresas.

A cultura organizacional precisa de fato engajar todos os colaboradores para que todos sintam a importância desse alinhamento em sua rotina. Mas não pode ser levado como conversa fiada, deve ser algo que realmente dê um norte para que todos entendam seu papel dentro da empresa.

Aqui na Layer Up, o processo de construção de cultura organizacional foi muito orgânico, construído em parceria com os colaboradores e, de fato, é a nossa essência, é o que somos diariamente.

A melhor forma de reforçar essa cultura sem ser aquela empresa chata, que marca várias e várias reuniões para falar sempre disso, é agir!

Voltando ao exemplo das famílias. As crianças não fazem o que os pais mandam. Elas imitam o que os pais fazem. Claro, é preciso falar sobre a cultura e apontar quais os valores que nos norteiam para os colaboradores, mas a tarefa que temos que focar é agir de acordo com a cultura. Essa é a única forma de reforçá-la de verdade. Se ficar de conversa mole e não partir para ação, esquece.

Isso é muito importante para as empresas em geral, pois reverbera para todos da equipe e passa ser algo muito natural. Ah, não se pode esquecer que é um processo que também depende das experiências com os clientes, que ajudam a moldar essa cultura.

Falando em clientes, aqui nós entendemos a importância de mostrar nossa essência, todas as metodologias que usamos e nossa qualidade técnica para todos eles. Sempre expondo e reforçando nossa cultura.

Mas por que fazemos isso com tanta frequência?

Assim nós colaboramos com o mindset dos nossos clientes e também levamos benefícios com relação à evolução digital de cada um deles.

No início, nosso foco era totalmente voltado apenas para entregar resultados atrelados ao marketing digital, hoje entendemos que para gerar melhores resultados para os clientes nós precisamos “entrar na casa deles” e organizar algumas coisas.

Motivação dos colaboradores

Quando o assunto é motivar funcionários, muitos já pensam em altos salários e bonificações gordas. Bom, nem sempre o lado financeiro é o principal para estimular as pessoas.

Óbvio, ter um salário bom faz parte dos elementos que motivam as pessoas, mas desde que iniciamos com a Layer Up, fizemos muitas entrevistas com diversos perfis e nos deparamos com uma porcentagem muito pequena de profissionais que buscam apenas por isso.

Na maioria das vezes, profissionais com o foco apenas no salário não se encaixam na vaga, pois estão focados em resolver algo em curto prazo e não almejam construir uma carreira, fazer parte de algo importante.

Mas antes de qualquer coisa nós precisamos saber quais tipos de pessoas queremos atrair para o nosso negócio e o que motiva todas elas. De maneira mais geral, acreditamos que a motivação ocorre quando:

  • Há uma admiração pelas pessoas com quem se trabalha;
  • É possível aprender diariamente;
  • É possível ensinar os colegas de trabalho;
  • O ambiente é alegre e descontraído na maior parte do tempo;
  • Alguém é desafiado e cumpre a meta;
  • São comemorados os sucessos obtidos;
  • Pessoas são valorizadas verbalmente e financeiramente de acordo com a evolução;
  • Existe um plano de carreira.

Buscamos por pessoas que tenham ambição profissional, que queiram evoluir cada vez mais. Assim montamos um time forte e não ficamos reféns apenas de um ou outro colaborador.

É preciso ter um olhar coletivo. Você já viu algum time ter sucesso quando apenas o camisa 10 joga bem? Equipes boas precisam de membros integrados e que jogam sob o mesmo propósito.

Na Layer Up, seguimos à risca esse ponto da nossa cultura. Cada colaborador possui um valor para empresa, que complementa a função dos demais.

Liderança de uma cultura alinhada com a transformação digital

A liderança deve ser vista como o espelho para todos da equipe, mas com a transformação digital alinhada, o líder não precisa ficar a todo momento dizendo o que as pessoas devem fazer para evoluir, todos são parte desse desafio.

O crescimento de todos, embora o líder faça parte disso, é construído em conjunto com a colaboração da liderança. Ele está nessa posição para indicar o caminho mais assertivo.

Agora vamos listar o traços que valorizamos e exigimos que a liderança da Layer Up tenha:

Ser exemplo no seu setor

É imprescindível que o líder siga a cultura da empresa. Ele entra naquele tema que falamos há pouco, as pessoas devem agir para que os demais a sigam. Além disso, exigimos uma ótima qualidade técnica e claro, um bom relacionamento interpessoal.

Ele também deve ser uma boa influência para o grupo. Sabe aquele colega que fomenta as críticas e não sugere nada para resolver o problema? Então, o líder deve ser o oposto. Deve identificar o problema e já apontar as possíveis soluções.

Disposto para aprender e ensinar

Como estamos alinhados com a transformação digital, sabemos que sempre haverá coisas novas para aprender. O líder deve estar atento a tudo que de alguma forma tornará os processos da sua equipe mais ágil e eficiente.

Claro, todo conhecimento adquirido pelo líder deve ser passado adiante para alimentar toda sua equipe e aumentar o nível de qualidade do time inteiro.

Ele deve ser a pessoa que orienta todos e faz com que os colaboradores sigam na mesma direção, rumo ao objetivo principal.

Ter visão estratégica e macro do negócio

Um líder deve entender a relação entre um bom desempenho do time e rentabilidade da empresa.

Saber lidar com clientes e com uma equipe ao mesmo tempo pode ser uma tarefa desafiadora. Um líder deve saber equilibrar os desejos dos colaboradores e as necessidades dos clientes.

Equilíbrio emocional e coachability

Ter equilíbrio emocional é um dos principais fatores para se ter sucesso em uma posição de liderança. Certamente momentos de pressão e dificuldade virão, a liderança deve estar preparada para lidar com essas situações.

E o que esse líder deve ter para se preparar?

Feedbacks! Eles são essenciais para o crescimento de qualquer pessoa. Um líder deve estar sempre aberto a eles e usá-los para se desenvolver a partir disso.

Além de estar aberto para recebê-los, líderes devem estar prontos para passar feedbacks a sua equipe. Sempre com honestidade, visando o crescimento de cada um do time.

Dividir conquistas e valorizar o grupo também é um traço fundamental que exigimos da liderança aqui na Layer Up.

Organização

Um time organizado consegue alcançar os resultados almejados com mais facilidade, distribuir melhor as demandas, gerir o tempo de produção de cada material. Esse é mais um ponto que o líder deve ser referência para os demais colaboradores.

Seleção de novos colaboradores

Para contratar um colaborador que  esteja alinhado com a cultura da sua empresa, existem diversas técnicas de RH para conseguir identificar os perfis mais adequados.

Por isso, o trabalho antes do recrutamento, é com o recrutador. Ele também precisa estar muito bem alinhado com a cultura organizacional e os processos da empresa para atrair os profissionais desejados.

Como aqui na Layer todos estão bem alinhados e a levamos muito a sério, nós conseguimos desenvolver talentos. Porém, não é possível mudar a personalidade das pessoas. Portanto, temos isso como princípio: primeiro observamos o comportamento, depois focamos nos detalhes técnicos.

Para não trazer funcionários que não irão se adaptar ao nosso ambiente, somos extremamente transparentes quanto às funções que ele irá exercer e as metas que terá que cumprir.

Alinhar expectativa é um grande passo para alcançar os resultados.

Como adaptar funcionários à nova realidade do mercado?

Embora as empresas tenham aderido à transformação digital, há muitos profissionais no mercado que ainda não se adequaram.

Se as empresas não entrarem nessa onda da transformação, cedo ou tarde vão ser passadas para trás e o mesmo pode acontecer com o profissionais. Trazê-los para essa nova realidade pode ser um desafio e tanto!

Hoje as organizações já tratam os colaboradores como personas do seu empreendimento, o que isso quer dizer: existe um planejamento estratégico da marca para atrair esses talentos, as empresas investem em canais e em publicidade para que o negócio seja atrativo o suficiente para que novos talentos queiram trabalhar em seu negócio.

E por quê?

Porque as empresas que querem se destacar no mercado precisam olhar para as pessoas.

Para que esse processo de adaptação seja cada vez melhor, vale apostar em um benchmarking e entender como as empresas referências no seu segmento agem em situações iguais.

Construa um ambiente equilibrado e agradável

Claro, para criar uma ambiente agradável a todos mais uma vez a resposta é apostar na criação de um cultura organizacional sólida.

Essa cultura pode render um ambiente equilibrado e motivador, para que o funcionário se sinta estimulado e busque bons resultados, e ao mesmo tempo cultive um ambiente agradável a todos.

Como fazer isso?

Não basta simplesmente criar a cultura, é preciso fomentar e torná-la cada vez mais presente no dia a dia da organização. Mas lembre-se do que já falamos aqui: não fique falando disso a todo momento. Aja conforme a cultura e, assim, a probabilidade de parecer algo natural aumenta muito mais.

Para que tudo ocorra como o esperado, os profissionais devem ter metas alinhadas às necessidades da rotina e ao resultado de sua função. Ele deve ter o apoio de ferramentas de projetos, metodologia já definidas e, claro, organização ajuda ainda mais todo o processo de produção.

Outro ponto que deve ser inserido na sua cultura e que também fará o ambiente ser mais leve e agradável, é atribuir a gestão de tempo aos próprios colaboradores.

Isso é uma forma de aliar a transformação digital à cultura organizacional da sua empresa. Utilize ferramentas e uma metodologia para melhorar o desempenho dos colaboradores. No final, você ganhará com custos menores e também proporcionará uma qualidade de vida melhor a todos que integram seu time.

É como fazemos aqui na Layer.

E aí, está pronto para apostar em uma cultura que gere bons resultados para todos e que seja capaz de dar um up nos seus negócios?


Posts Relacionados

Deixe um comentário