Como lidar com a sucessão empresarial em sua gestão

A sucessão empresarial feita sem estratégia ou de forma brusca pode impactar os processos e resultados de seu negócio diretamente. Isso porque cada profissional, independentemente de sua posição, possui uma forma própria de lidar com suas demandas.

Além, claro, de ser necessário tempo hábil para passar à frente todas as informações e procedimentos a uma nova pessoa.

Por essa razão, é necessário que os gestores se antecipem e formulem, junto aos profissionais de Recursos Humanos, um plano de sucessão.

O que é um plano de sucessão empresarial?

Sucessão empresarial

O plano de sucessão é um mapeamento dos cargos e funções que são estratégicas para a sua empresa. Nele, as atribuições e responsabilidades de cada um devem estar descritas.

Assim, quando sua companhia oferecer uma promoção a um dos funcionários, já saberá exatamente qual será o perfil procurado para suprir sua posição anterior: tanto interna quanto externamente.

Veja que não é indicado pensar nisso apenas quando a troca de cargos acontecer. Como o nome diz, o plano de sucessão empresarial é uma antecipação, um planejamento.

Ele pode ser realizado a cada começo de ano ou com perspectivas para os próximos três, cinco anos – sempre de acordo com as metas de seu negócio.

Como desenvolver o plano?

É papel do gestor garantir um bom rendimento dos funcionários e a fluidez de processos. Para acertar no plano e assegurar uma sucessão adequada e estratégica, a dica é seguir os os seguintes passos:

  • Primeiramente, pense nas metas de crescimento da companhia. Toda a estratégia irá se basear nesses números e diretrizes
  • Agora, descreva com detalhes os cargos existentes
  • Com base nas descrições, trace um conjunto de possíveis sucessores dentro de sua empresa. A ideia é ter mais de uma opção por vaga
  • Analise as competências técnicas dos profissionais selecionados, comparando-as com o que é exigido atualmente
  • Caso faltem profissionais, talvez seja hora de procurar talentos específicos no mercado. Nesse caso, busque diferenciais que os seus contratados não tenham
  • Teste! Férias e licenças são boas oportunidades para ver como determinadas pessoas se saem assumindo novas posições
  • Elabore um plano de ação para toda troca de cargos, considerando todos os processos que devem estar envolvidos, como treinamentos, reuniões de alinhamento, etc
  • Sempre aja com transparência quanto às sucessões, divulgando-as para o resto da equipe

Além de seguir as dicas, é importante ter em mente que não basta possuir um plano de sucessão empresarial estruturado, é necessário investir na qualificação profissional dos colaboradores.

Só assim você irá garantir que eles atinjam o nível de experiência e conhecimento necessário para assumir cargos mais altos.

Diferencial no mercado

O plano de sucessão empresarial deve ser encarado como uma melhoria contínua para a empresa. Mesmo após a sua formulação, é preciso aperfeiçoá-lo!

É um diferencial estratégico para quem deseja ganhar destaque e alavancar a performance em seu próprio nicho. O que está esperando para elaborar um para o seu negócio?


Posts Relacionados

Deixe um comentário