O mercado do futuro: nichos da tecnologia que ganham cada vez mais espaço e investimento

Não adianta tentar fugir. A tecnologia está cada vez mais presente na rotina das pessoas pelo mundo inteiro e isso impacta, é claro, nos negócios. É por isso que, quando falamos em mercado do futuro, é impossível não falar sobre avanços tecnológicos. 

Quem está de olho nos assuntos da atualidade, com certeza já ouviu falar sobre transformação digital, inteligência artificial, internet das coisas e outros termos que têm tudo a ver com esses avanços. 

Porém, além desses temas “mais gerais”, também vale a pena ficar atento em pontos mais específicos. E uma boa forma de checarmos as tendências, é ficarmos de olho nas startups que têm recebido investimentos expressivos no país. 

Mercado do futuro: nichos com grandes investimentos

O relatório Inside Venture Capital Brasil, divulgado pela Distrito, estudou startups que têm origem e operação nacional. Em 2019, aproximadamente US$2,7 bilhões de dólares foram investidos em startups brasileiras. 

Considerando a quantidade de investimentos, vamos destacar os quatro setores  com maior número. As FinTechs receberam 62 investimentos no ano passado, movimentando cerca de US$935 milhões. Em seguida, as RetailTechs tiveram 31, e movimentaram cerca de US$210 milhões.

Ainda de acordo com o relatório, o terceiro lugar em número de investimentos ficou com as HealthTechs, sendo 24 que movimentaram US$43 milhões. E, em quarto lugar, as HRTechs, com 18 investimentos que rodaram US$344 milhões, ou seja, mais do que o segundo e o terceiro lugar. 

FinTechs: cada vez maiores 

Entre os setores citados, o mais famoso com certeza é o das FinTechs. Em resumo, Fintechs são empresas que usam da tecnologia de forma inovadora para oferecer serviços no setor financeiro. O termo FinTech é uma abreviação de financial technology, ou seja, tecnologia financeira. 

Assim, elas podem ser de investimento, controle financeiro, pagamento, crédito, empréstimo, bitcoins, entre outros. Nomes famosos como Nubank e PicPay podem ser considerados exemplos.

Voltando ao relatório e às startups, mais um dado expressivo: em 2018, foram 45 investimentos que movimentaram US$338 milhões. Isso significa que em 2019 o aumento foi de 276%. 

RetailTechs: tecnologia no varejo 

E em RetailTechs, já ouviu falar? Retail significa varejo, então fica mais claro que essas são empresas que trazem soluções de tecnologia ou transformação digital para esse setor.

Além dos dados apresentados no relatório, também não podemos deixar de lado uma outra tendência: o omnichannel.

Com o uso de diferentes canais de comunicação de forma interligada, o virtual e o físico devem se tornar “uma coisa só”. Afinal, os consumidores estão cada vez mais exigentes e buscam por esse alinhamento entre o meio online e offline.

Só esse já é um bom motivo para afirmar que a tecnologia deve, sim, colaborar mais para o setor de varejo. A variedade de soluções criadas é enorme, indo do foco em personalização para cada consumidor até outras voltadas para logística.

Healthtechs: mais avanços, mais saúde

Apesar de o valor de investimentos nesse setor ser o menor entre os quatro citados, o crescimento de 2018 para 2019 foi bastante significativo. Em 2018, foram 10 investimentos que movimentaram US$8,5 milhões.

Considerando os números citados anteriormente, isso significa que em 2019 houve aumento de 140% no número de investimentos e de 406% na soma de valores rodados. 

Além disso, mais do que serem ótimas para facilitar processos dentro do setor de saúde, as HealthTechs também tem outro ponto importante: com melhores processos, trazem mais qualidade, o que por sua vez torna o setor de saúde melhor. 

Ou seja, além de tecnológicas, as HealthTechs podem colaborar para avanços em pesquisas que podem impactar diretamente na vida das pessoas. 

HRTechs: um novo cenário para recursos humanos

Imagine se a área de recursos humanos das empresas puder atuar de maneira cada vez mais estratégica, integrando processos e utilizando de métricas para acompanhamento dos funcionários. Essa não é uma realidade distante e é exatamente a proposta da HRTechs. 

Hoje, já existem diversas empresas desse tipo com foco em recrutamento, produtividade, treinamento de equipes e até mesmo bem-estar corporativo. 

Entre 2018 e 2019, o número de investimento em startups do setor aumentou três vezes, indo de 6 para 18. E o que mais chamou atenção foi o aumento da soma de investimentos, que em 2018 era apenas US$4,6 milhões. Com os US$ 344 milhões de 2019, houve aumento de 7378%.

O mercado do futuro: as novidades não param 

Esses são apenas quatro exemplos de setores que vêm ganhando novas startups e também chamaram atenção dos investidores brasileiros. Isso não significa que podemos deixar de ficar de olho nos outros. 

As AdTechs, empresas que trabalham com compra e venda de mídia e usam de tecnologias para aumentar impressões e taxas de cliques,  por exemplo, também receberam mais de US$ 200 milhões em investimentos em 2019. 

O fato é que, na era da transformação digital, as novidades não vão parar de chegar. E quem quer estar ligado no mercado do futuro para a tecnologia não pode deixar de se atualizar constantemente e olhar para o que os concorrentes estão fazendo.

No dia 12 de agosto, a Layer Up realiza o Benchtech, que reunirá importantes players de tecnologia. Gratuito e online, o evento terá dez horas de palestras sobre transformação digital, marketing, vendas, customer success e transformação analítica, tudo voltado para o setor. 

É sua chance de descobrir as estratégias que grandes players do mercado estão adotando e construir um benchmarking completo. 


Posts Relacionados

Deixe um comentário